Quando nasci

por Alexandra Santos 0

 

Quando nasci,

A Trofa não era minha,

Era apenas a vizinha adormecida

Que um dia despertou;

Era apenas o sonho do concelho

Que um dia se tornou.

 

Quando nasci,

A S. Tirso pertencia,

Da minha casa

Apenas campos via

E a Trofa era somente

O sonho da autonomia.

 

Quando cresci,

Da luta surgiu um vencedor,

A Trofa em concelho se transformou,

Que prosperou e cativou.

E agora a Trofa é minha

E dela também sou.

 

Foto: Manuel Veloso

Alexandra Santos

Alexandra Santos nasceu em 1980, em S.Romão do Coronado, concelho da Trofa, onde ainda reside. Licenciou-se em Ensino de Português e Inglês pela Universidade do Minho em 2003, tendo trabalhado sempre, a partir daí, na área da educação. Devido ao gosto pela escrita, tornou-se igualmente escritora, sendo a autora do livro de poesia Palavras Sussurradas.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.