Luar de verão sobre o parque

por Nuno Martins 0

No Parque reina a calma, apenas quebrada aqui e ali pelo frenesim da dança dum enxame de pirilampos. Ao meu lado o Ave, negro e sussurrante. Nele cintilam as estrelas, como se quisesse abarcar em si toda a beleza do céu. De quando em vez um peixe a saltar quebra o silencio e chama-me à realidade. Nas velhas azenhas as sombras parecem vultos, fazendo lembrar os homens que nelas em tempos trabalhavam para o tão precioso alimento poder ser feito. Olhando o horizonte, os contornos do monte de São Gens, altivo e majestoso, como que a guardar a sua cidade. Um velho solitário dá o seu passeio nocturno, numa passada lenta e trémula, cansada pelas agruras do passado. E um casal de jovens enamorados faz, quem sabe,promessas e sonhos para o futuro, sob o testemunho da lua...

Nuno Martins

Sou o Nuno, nasci no Porto em 1978 e sempre vivi em Alvarelhos. Poder dizer o que penso e não o que os outros querem que eu diga é para mim a maior conquista do 25 de Abril. Essa é a principal premissa deste espaço, por isso posso dizer também e com orgulho que a Trofa é minha!

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.